História

A Casa de Estudos abriu em 1983 e encerrou, por falta de Seminaristas, em 2004. Durante anos os jovens religiosos frequentavam os estudos filosófico-teológicos na Universidade Católica Portuguesa.
Atualmente, a Casa funciona como residência universitária, com a capacidade para 5 ou 6 estudantes.
Desde 2004 a 2013, a Casa funcionou como residência universitária, com a capacidade para 5 ou 6 estudantes. Actualmente está ao serviço da Associação Portuguesa de Cultura e Desenvolvimento.